Universidade do Minho  

           
 
  Autenticação/Login
 
Home
Contactos
Mapa do Site
   
  imprimir
 
voltar 
Estratégias de Concorrência na era do "Big Data"
PTDC/IIM-ECO/2280/2014
 
 
Resumo:
Este projecto de investigação tem como objectivo principal investigar de que forma o "Big Data" pode afectar a concorrência e o bem-estar dos consumidores em diferentes mercados. Basicamente, os principais objectivos do projecto são: 
(1) Desenvolver novos modelos teóricos que acomodem questões não tratadas na literatura existente e que possam vir a ser importantes para informar e aconselhar as diferentes entidades reguladoras. Com este fim, a literatura sobre discriminação de preços com, base em bases de dados (BBPD) vai analisar pela primeira vez a prática desta estratégia de preços em: (i) Mercados multiproduto; (ii) "Two-Sided Markets"; (iii) Mercados com assimetria na qualidade da informação das bases de dados ao dispor de cada empresa.
(2) Para informar as entidades de defesa da concorrência sobre potenciais danos associados a fusões entre empresas com bases de dados, a literatura existente sobre fusões vai ser estendida de modo a tratar as bases de dados como um novo activo. A introdução de um mercado para a privacidade pessoal também poderá ser incorporada na análise, uma vez que da fusão decorreria uma posição dominante neste "novo" mercado com potenciais riscos de abuso de posição dominante. 
(3) A literatura teórica sobre o impacto do Big Data no sector da saúde é, de acordo com o nosso conhecimento, praticamente inexistente. Este projecto pretende desenvolver modelos teóricos com vista a estudar as seguintes questões: (i) o acesso a base de dados (personalizadas) com informação sobre o comportamento dos pacientes e a sua resposta a determinado tratamento, pode permitir aos profissionais de saúde criar um "score" para cada individuo de modo a discriminar o tratamento por tipo de paciente. Qual o impacto desta possibilidade no bem-estar social? (ii) Qual é o impacto na concorrência entre hospitais (e.g., qualidade oferecida) se a precisão das suas bases de dados é diferente? (iii) Haverá incentivos para a partilha de bases de dados no sector da saúde?


Equipa:
Rosa Branca Vilas Boas Esteves (Investigadora Responsável)
Hélder Ferreira Vasconcelos
Joana Rita Pinho Resende
Odd Rune Straume
Paul Belleflame
Qihong Liu


Timing: 
Maio de 2016 a Abril de 2019 

Financiamento: 
53 023 euros da Fundação para a Ciência e Tecnologia (PTDC/IIMECO/2280/2014)
 
voltar 
 
© Universidade do Minho - 2017 Optimizado para 1024x768 IE 8.0  - Termos Legais  - actualizado por NIPE Símbolo de Acessibilidade na Web D.